Estude fora com o tênis! (Parte 2)

No primeiro texto desta série, divulgamos o relato de Guilherme Dumit, que foi para os Estados Unidos estudar como bolsista, por meio do tênis (leia aqui). Hoje, compartilhamos a experiência de Juliana Cardoso, que foi estudar na University of South Florida. Confira:
“Meu nome é Juliana Cardoso; tenho 21 anos. Sou de uma cidade do interior de São Paulo chamada Descalvado, com 30.000 habitantes. Quando tinha 14 anos de idade, mudei sozinha para São Carlos para poder treinar e desenvolver o meu jogo de tênis e também amadurecer como pessoa.

Eu sempre tive em mente o sonho de jogar profissionalmente, então nunca pensei muito sobre a possibilidade de competir em uma faculdade nos Estados Unidos. Quando fui chegando próximo aos 17 anos, faculdades americanas começaram a entrar em contato comigo e assim fui me informando mais sobre o que estavam me oferecendo.

Contatei amigos e amigas que foram para os Estados Unidos estudar e jogar por uma universidade e a resposta que obtive foi a mesma: “Foi a melhor decisão da minha vida”. Comecei a me informar mais e mais sobre o que eu teria que fazer para conseguir ir para os EUA e também o que eu encontraria aqui. Iniciei muitas conversas com técnicos em universidades aqui nos EUA. Entrei no site da National Collegiate Athletic Association – NCAA, encontrei o contato de muitos técnicos e mandei mensagem para todos os que consegui. Alguns responderam e outros não.

Tive a oportunidade de poder escolher entre pelo menos dez faculdades em todo o país. Eu queria um lugar com o clima parecido com o do Brasil, e, como eu já estava conversando com os técnicos de três faculdades da Florida, só tive que escolher a que me parecia a melhor opção. Comecei a estudar bastante para passar no SAT e no TOEFL e tirei as notas que precisava para ser aceita na faculdade.

A adaptação aqui não foi difícil. Quando eu vi toda a estrutura que eles iam me oferecer, não acreditei; nunca tinha visto nada parecido. A importância que eles dão para o esporte nem se compara com o que acontece no Brasil. A oportunidade de continuar treinando e competindo em alto nível, e também continuar estudando e conseguir um diploma, foi a melhor coisa que já aconteceu na minha vida. Claro que não é fácil sair de casa e deixar toda a família e amigos, mas as experiências que vivi e que ainda vou viver valem muito a pena!”

“A oportunidade de continuar treinando e competindo em alto nível e também continuar estudando e conseguir um diploma foi a melhor coisa que já aconteceu na minha vida.

(Juliana Cardoso)

“A importância que eles dão para o esporte nem se compara com o Brasil.”

(Juliana Cardoso)

Posted in Benefícios, Lições do Tênis, Sobre o Tênis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *